• Angélica Ribeiro

História da arte resumida: principais movimentos e períodos da arte ocidental

A história da arte nos ajuda a conhecer de forma visual e mais clara o desenvolvimento histórico, social e estético do mundo. Para tanto, se você quer conhecer, estudar ou relembrar a história da arte leia este post que resume os principais pontos da história da arte, de forma cronológica, rápida e eficaz, para você possa estudar com praticidade.



ARTE PRÉ-HISTÓRICA


Chamamos de pré-histórica ou de rupestre toda forma de arte feita por humanos antes da existência da escrita. Geralmente encontramos a arte pré-histórica em cavernas com

mãos em negativo e representações de animais e pessoas feitas com materiais naturais como terras, plantas e até mesmo sangue. Além das pinturas, já foram encontradas pequenas estatuetas e também grandes formações feitas com pedras.



ARTE EGÍPCIA ANTIGA


O antigo Egito tinha uma sociedade com papéis sociais definidos e com um aspecto religioso misturado com a política. Nessa mistura o Faraó era rei e deus e acreditava-se numa vida pós-morte, e essa arte é marcada por essas crenças. Eles construíram grandes pirâmides para serem tumbas dos faraós. Fizeram sarcófagos e máscaras mortuárias bastante decoradas. E na pintura existiam regras bastante rígidas para representar pessoas e deuses com base principalmente na lei da frontalidade.



ARTE GRECO-ROMANA ANTIGA


Na arte Grega a racionalidade era valorizada e se buscava um ideal de ser humano tanto físico quanto mentalmente. Até representações mitológicas e religiosas demonstravam essa busca por um ser humano ideal. Por isso as esculturas gregas mostram seres humanos com corpos bem definidos. Além disso, os gregos também produziam pinturas em seus jarros e vasos com bastante simetria e harmonia.


A arte Romana acabou se inspirando muito na arte Grega, e às vezes, copiando a arte grega. Mas na arte romana a temática da política era muito mais forte, e as obras eram realistas, e não idealizadas como na Grécia. Por isso na arte romana existem muitas esculturas que representam líderes políticos de forma realista.



ARTE CRISTÃ


A arte cristã primitiva, também chamada de paleocristã, foi produzida em catacumbas porque eram nesses locais que os cristãos se reuniam escondidos já que eram perseguidos. Com o Cristianismo já estabelecido e aceito politicamente houve o desenvolvimento das artes Românica, Bizantina e Gótica e no geral elas focaram muito na arquitetura.


A arquitetura Românica tinha abóbadas, colunas maciças, paredes espessas, poucas janelas e muitas torres. A arquitetura Bizantina trouxe as cúpulas centrais para as construções. E a arquitetura Gótica cria estruturas altas com o aperfeiçoamento dos arcos e abóbadas.


Outras formas de arte marcantes desses períodos são as iluminuras do período Românico, os mosaicos da arte Bizantina e os vitrais da arte gótica.



RENASCIMENTO


Enquanto a Idade Média teve uma produção artística essencialmente religiosa, no Renascimento renasce a busca da valorização do ser humano como era lá na arte grega antiga. A arte Renascentista valoriza a simetria, a harmonia e o antropocentrismo. Isso destaca a figura humana nas obras de arte. A pesquisa científica e a arte se misturavam e isso permitiu o desenvolvimento de técnicas de pintura e desenho a partir de estudos de anatomia e perspectiva. E é no renascimento que existem boa parte dos grandes artistas mais famosos da história da arte, como Michelangelo e Leonardo da Vinci.



BARROCO


Marcada pela tensão entre Reforma Protestante e Contrarreforma, a arte barroca tem muito contraponto entre luz e sombra e também expressões e cores dramáticas. Nesse período aqui no Brasil está desenvolvendo toda a mineração de Minas Gerais e, pela influência dos europeus, nós temos um barroco brasileiro com artistas como Mestre Ataíde e Aleijadinho que aprendem as

técnicas do Barroco Europeu e adaptam a cultura local.



NEOCLÁSSICO


Mais uma vez a história da arte retoma a arte grega e romana como referência para a produção artística e se desenvolvem as academias de arte. Os artistas neoclássicos buscam imitar a natureza numa arte bem mais formal e racional do que foi no Barroco.



ROMANTISMO


O romantismo artístico revela a subjetividade dos artistas com obras que expressam sua imaginação, seu patriotismo e a fuga da realidade. Esse é o caso de pinturas como Liberdade Guiando o Povo e

Saturno devorando um filho.




REALISMO


Movimento que faz oposição ao Romantismo e tenta fazer uma arte mais pé no chão. As obras realistas mostram a realidade como ela é, destacando trabalhadores rurais, denunciando desigualdades sociais e tratando dos temas de forma mais imediata e política, sem aqueles sonhos e mitologias da arte romântica.



ARTE MODERNA


Após tudo isso, chega o período da arte moderna. Na arte moderna existem vários movimentos desde o impressionismo, passando pelo expressionismo, dadaísmo e cubismo por exemplo. Conheça no vídeo a seguir os principais deles.